O canal da Tecnologia

Em construção

Como colocar cursos no currículo

0

É muito importante saber como colocar seus cursos adicionais de forma atraente e estruturada no momento de fazer um currículo perfeito, pois o principal objetivo deste campo é autopromover o candidato de maneira estratégica para que torne o seu currículo mais condizente com a vaga e interessante para o recrutador e empresa contratante.

Isso porque, ao colocar o campo cursos no currículo de forma bem estruturada e com informações pertinentes, o profissional irá facilitar a avaliação dos seus treinamentos e conhecimentos adquiridos para executar o trabalho, para o qual está se candidatando. Fator que pode ser terminante na decisão do recrutador de convidá-lo para uma entrevista.

A equipe do TechTube preparou este artigo completo com todas as informações que você precisa saber para preencher o campo cursos de maneira lógica, estratégica e coerente para tornar seu currículo perfeito, para que ele consiga gerar interesse nos recrutadores e/ou empresas contratantes e assim aumentar suas chances de ser convidado para uma entrevista.

Quais os tipos de cursos colocar no currículo

Antes de preencher o campo cursos, o profissional deve ter em mente que a apresentação dos seus cursos e certificações devem ser exibidos como uma espécie de complemento, que é capaz de pautar a escolha do currículo. Isso porque ter um perfil profissional agregador é um fator indispensável para diferenciá-lo dos demais candidato.

Deste modo, os cursos devem ser apresentados no currículo de modo que mostrem o seu desenvolvimento de habilidades profissionais, já que os mesmos têm o objetivo de agregar conhecimento ao profissional e expor, se for o caso, o seu constante interesse por se aperfeiçoar como pessoa e profissional. Porém, o profissional deve priorizar colocar informações relevantes e atuais.

Isso porque atividades muito antigas, com mais de três anos e que não passaram por uma reciclagem ou modernização, podem passar uma imagem negativa, já que o profissional está afirmando que não investiu em outros aprimoramentos, e assim sendo estagnou na profissão, pois não avançou na busca por melhorias para conquistar uma carreira de sucesso.

No entanto, caso você seja um profissional que possui cursos e certificações somente em outras áreas, que não são relevante para a vaga, ou que está em transição de carreira, também é interessante acrescentar o campo cursos no currículo. Pois, irá mostrar que apesar de não possuir conhecimentos na área específica candidatada, você tem interesse em aprender novas habilidades.

Cursos e certificações que devem ser apresentadas no campo cursos

Reforçamos a importância de priorizar colocar cursos e certificações que realmente tenham conexão com as necessidades do cargo desejado, mesmo que sejam por exemplo cursos online grátis, desde que sejam alinhados, o importante aqui é o conhecimento agregado.

Isso porque as empresas contratantes têm interesse em saber quais habilidades e conhecimentos em potencial para a vaga em aberto aquele profissional possui para justificar sua contratação.

Campo cursos:

  • Cursos Profissionalizantes
  • Cursos Extracurriculares
  • Workshops
  • Congressos
  • Palestras
  • Treinamentos empresariais
  • Cursos Online

Lembre-se que todos os cursos e certificações, citadas acima, tem o objetivo de exibir, por meio do seu currículo, que você é um profissional que se preparou adequadamente e por isso possui conhecimentos relevantes para atuar na profissão desejada. Além de deixar claro que você também tem interesse, constante, em aprender coisas novas para se tornar um profissional melhor.

Como colocar cursos no currículo

O campo cursos deve ser colocado no fim do currículo, pois atua como uma apresentação complementar das suas qualificações, habilidades e conhecimento como profissional. Ele também deve, assim como todos os outros campos do seu currículo, ser estruturado de maneira lógica e estratégica para atender os requisitos da vaga desejada.

O campo deve ser organizado em tópicos com dados do nome do curso, congresso ou palestrante; o nome da instituição de ensino e a data de conclusão ou carga horária, para cursos online e workshops, ou a data do evento, para congressos e palestras.

Exemplos de estrutura para cada tipo de curso e certificação

Cursos Profissionalizantes ou Extracurriculares:

  • Nome do curso
  • Nome da instituição de ensino
  • Data de conclusão ou previsão de conclusão

Curso Online e Treinamentos Empresariais:

  • Nome do curso
  • Nome da instituição de ensino ou instrutor
  • Cara horária e ano de conclusão

Workshops, Congressos e Palestras:

  • Nome do Congressos ou Palestras
  • Data da participação

Vale destacar que os cursos e certificações devem ser colocados no currículo seguindo o formato cronológico inverso. Ou seja, eles devem ser apresentados levando em consideração as datas em que o profissional obteve as certificações e/ou treinamento, do mais recente ao mais antigo.

Desejamos muita sorte para que seu currículo seja selecionado para a vaga que almeja e sugere que você leia os demais textos do site para absorver mais dicas e garantir uma carreira de sucesso. Estamos abertos a responder todas as suas dúvidas sobre o artigo, nos comentários abaixo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.