Você sabe o que é fibra ótica? Responsável por transmitir dados em alta velocidade e sem interrupções, a fibra ótica é bastante utilizada para transmissão de internet e na área médica, para realização de exames diversos como a endoscopia ou em procedimentos cirúrgicos.

Ela é tão eficiente que facilmente é falado sobre ela, mas o que ela é? Como funciona? Quais as vantagens e desvantagens em sua utilização?

O que é fibra ótica

Se você pensa em fibra ótica como uma espécie de tubo de tamanho gigante capaz de transmitir informações diversas muito rápido, você está no caminho certo: ela é um filamento extremamente fino, flexível e eficiente para transmissão de dados diversos.

Sua constituição pode ser feita a partir de três materiais: vidro ultrapuro, plástico ou materiais isolantes (que evitam a transmissão da corrente elétrica).

Ela possui três camadas que garantem a sua durabilidade e qualidade: seu núcleo que possibilita a transmissão, uma casca que envolve-o e um revestimento primário que envolve as duas camadas anteriores. Essas duas últimas camadas são feitas de plástico reflexivo e elas são responsáveis pelo processo de reflexão total que permite que a fibra ótica desempenhe sua função.

Como funciona

Entender o que é e o que ocorre dentro da fibra ótica pode ser bastante complicado, contudo partindo-se do princípio básico da refração da luz é possível entender seu funcionamento, ao menos de força superficial.

A ideia é a seguinte: de uma ponta da fibra ótica é emitida uma luz de intensidade X. Por ser de material de vidro puro, o núcleo permite que ocorra a refração da luz dentro do “tubo”. A luz baterá nas camadas que envolvem o núcleo e por serem de materiais diferentes retornarão em outra velocidade para o núcleo e assim por diante.

Apesar desse fenômeno ser muito rápido, ela acontece em forma de zigue-zague dentro do filamento, devido aos ângulos máximos que permitem a ocorrência do fenômeno refração.

O mais interessante é a velocidade absurda na qual a luz viaja dentro do filamento: ela que define a velocidade da transmissão de dados, alcançando facilmente a velocidade de 40 Gbps, por exemplo. A cada quilômetro é notada uma pequena perda da velocidade de transmissão.

Por fim, para que essa transmissão ocorra é necessário que sejam utilizados equipamentos que transformem os sinais elétricos em pulsos de luz. Esses equipamentos são chamados de foto emissor.fibra-otica

 

Os tipos de fibras óticas

Existem dois tipos de transmissão possível dentro das fibras óticas: a monomodo e a multimodo.

Como o nome sugere, a monomodo possui apenas um modo de propagar o sinal, normalmente vinda de um laser. Apesar de possuir dimensões menores do que outros tipos de fibras, as monomodos alcançam maior espaço para cabeamento estruturado: até 4 km.

Apesar de alcançar espaços menores (limitado até a 2 km), as multimodos são muito utilizadas. Elas apresentam maior eficiência a curta distância, são mais baratas pois são compatíveis com o uso de fontes luminosas LED e seu diâmetro é maior. Elas são muito comuns em intra edifícios e cabeamentos primários.

Vantagens e desvantagens

Agora que você já sabe o que é fibra ótica, vamos falar de seus benefícios.Aos poucos, elas estão substituindo os fios de cobre como transmissor de dados. O principal motivador da substituição está na característica isolante do filamento ótico: ele não reage sob interferência elétrica.

Além disso, elas possuem muitas vantagens como:

  • Matéria-prima muito abundante (além de opção de escolha de material)
  • Maior resistência à ação do tempo
  • Facilidade relacionada à instalação
  • Dimensões reduzidas (são tão finos quanto um fio de cabelo humano)
  • Maior capacidade de transmissão de informação, especialmente se comparadas com os fios de cobre

Em contrapartida, tem-se as desvantagens como o custo elevado para utilizado, extrema fragilidade do material enquanto não encapsulado, falta de padronização de componentes ópticos, impossibilidade de alimentação remota de repetidores e perca de qualidade e eficiência quando existe necessidade de criar ramificações.

E aí, já sabe o que é friba ótica e como ela funciona?  Comente!