A dúvida mais comum quando se está em busca de um novo notebook é “o que um bom notebook precisa ter?”.

A resposta pode parecer simples, mas não é: um bom notebook deve atender às suas necessidades, interesses, e te oferecer o que você espera com a tecnologia. E isso depende de alguns fatores que você deve levar em consideração para escolher o melhor modelo!

Primeiramente, depende do seu uso

Quando for escolher um modelo de notebook, antes de qualquer coisa você precisa saber qual o seu perfil de usuário. Você utilizará o notebook para: uso particular ou uso profissional? Jogos, assistir filmes, rodar programas pesados, editar fotos ou vídeos?

Para ser bom o notebook precisa funcionar com rapidez, qualidade e eficiência, e te possibilitar fazer todas as atividades de seu interesse. Portanto, antes de mais nada você precisa saber para o que vai utilizá-lo.

Para facilitar vamos dividir os tipos de perfil em três níveis: básico, intermediário e avançado.

Os usuários básicos são aqueles que utilizam seus notebooks para uso pessoal ou profissional simples, como criação e edição de texto, navegar na internet, troca de e-mails, assistir vídeos, etc.

Os usuários intermediários utilizam seu notebook para essas atividades e outras que exigem um pouco mais de desempenho, como jogos, por exemplo.

Já os usuários avançados são aqueles que exigem um notebook top de linha, que dê conta de rodar os melhores e mais pesados programas. O uso pode ser pessoal, mas é mais comum como profissional, especialmente softwares de desenho, edição de vídeos, etc.

o que um bom notebook precisa ter

A importância do processador

Muitas pessoas confundem o avanço da tecnologia com o tamanho do aparelho, ou seja, acham que pelo notebook ser compacto e menor do que os computadores de mesa (desktop) eles serão mais rápidos, potentes e darão conta de tudo o que se quiser. Mas não é bem assim.

Outras ainda acham que por ser tão pequeno e fininho, leve e portátil, o notebook não será bom o suficiente para suprir sua necessidade. Também não é bem assim.

Quando você for investir em um notebook, preocupe-se com a qualidade do processador. O processador é o responsável por fazer com que ele funcione com eficiência e rapidez e que consiga realizar as demandas que você envia.

Existem muitas opções de processador, no entanto as mais comuns e eficientes no mercado atual brasileiro são a Intel e a AMD. Os processadores mais indicados da família Intel para usuários iniciantes e intermediários são: o Intel Core i3, i5 ou i7 (quanto mais potente, mais próximo ao i7 ele será. Isso vale também para as gerações, 1ª a 4ª geração de processador). Já os processadores AMD são um pouco mais em conta, sendo que o Sempron possui o desempenho mais baixo, os Athlon X2 e Turion X2 são intermediários e o AMD Phenom II já é mais avançado. 

Acerte na memória, no espaço e nos detalhes

Outro item bastante importante para garantir um desempenho bom para seu notebook é a memória RAM. A fórmula é mais simples: quanto mais, mais rápido.

Se você for comprar um notebook para uso doméstico ou até intermediário, a memória de 4 Gb atenderá ao que você precisa. Caso você ache que poderá mudar a utilização do equipamento, pergunte se a memória é expansível, assim você poderá investir posteriormente em maior memória.

Outro fator importante é o HD. Hoje existem HDs com várias capacidades. Invista em um notebook com no mínimo 500 Gb de HD. Caso utilize-o bastante faça a cotação para 1TB (Terabyte), você não irá se arrepender!

A maioria dos notebooks têm webcam integrada e saída HDMI (que permite que você ligue seu computador à televisão por exemplo). É importante considerar a quantidade de entradas USB disponíveis também e se ele oferece entradas analógicas para microfone e fone. Esses detalhes são muito importantes para evitar surpresas desagradáveis, como querer fazer uma chamada via Skype ou assistir a um filme e descobrir que seu headset, ou microfone de mesa e fone de ouvido, não encaixam no seu notebook.

Outro detalhe importante: a saída de ar

Além de todas essas características, verifique junto ao vendedor se o modelo escolhido possui saídas de ar e onde elas estão posicionadas.

Quando o notebook está em uso é natural que suas peças fiquem aquecidas, devido ao funcionamento. No entanto, se ele não possui saídas de ar suficientes ou eficientes (especialmente laterais) o calor se estenderá pelo equipamento todo, deixando as teclas e o sensor do mouse quente. Em pouco tempo, isso também prejudicará o seu funcionamento, pois ele ficará superaquecido.

A oferta é grande, portanto faça uma pesquisa rigorosa junto às principais empresas fabricantes de notebooks. Tire todas as suas dúvidas antes de comprar seu notebook e tenha o melhor para você!

Se você quiser analisar excelentes opções de notebook e que possuem ótimo preço, não deixe de conferir: Notebooks com excelentes preços